segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

Um dia com você.


Infinito é o instante em nós
onde o tempo parado, sorria...
A cidade ganhava sentidos
que outrora, ela mesma, não tinha.

Eram praças vestidas de flores,
onde o sol, refletindo os amores;
retardava o final do dia.

E tão linda a cidade se fez...
donde as ruas que davam passagem,
celebravam a nossa alegria.

Anderson Oliveira.

4 comentários:

  1. Belo até nunca de se dizer chega:" Eram praças vestidas de flores,
    Onde o sol, refletindo os amores;
    Retardava o final do dia."

    Boas fruiçoes poéticas,poeta Anderson Olivera!

    ResponderExcluir
  2. Uma poesia que mostra o poder que o amor tem. E o que ele faz não só com a gente, mas com tudo que nos cerca!

    ResponderExcluir
  3. Maravilha! Como sempre... Encantador!

    ResponderExcluir