quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Hoje, o teu riso.


Hoje, o teu riso
tem a graça do sol,
tem o reflexo do
sentir felicidade.
Vejo em teu rosto
a alegria de estar,
de ser e ser saudade.

Hoje o teu riso
tem as marcas da lembrança.
Teima em sair
como a canção do dia;
um dia bom.
No teu retrato,
anunciado está teu riso;
e é preciso dele estar.

Anderson Oliveira.

2 comentários: