domingo, 25 de novembro de 2012

Primeira pessoa.


Alimento primeiro
a primeira pessoa
que sonha... Que soa,
que sou; que sou eu.

Que verbalizado,
viaja no tempo,
nas doces palavras;
no centro do amor.

Alimento a ideia
que passa por ela,
que passou por mim,
qual pássaro livre
pousando no peito
do homem poeta.

E assim fez-se ela:
primeira pessoa do meu coração.

Anderson Oliveira.

Um comentário:

  1. Adorei o seu jogo de palavras, saiba que também tenho um prazer indizível em te ler!

    ResponderExcluir