sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Da Conquista e Vitória.

De onde lá se põe o sol,
longe do mar, perto do céu...

Brotando flores, vida em cores;
eis que a cidade se ascendeu...

Luz do planalto a se estender no horizonte.
Por onde a água - fonte em luz que é meu e teu.

Fiz do teu lume o pó do tempo e da estrada.
E das Conquistas e Vitórias, meu lugar.

Anderson Oliveira.



Um comentário:

  1. Ficou bem bonito mesmo, se não fosse o nome.. eu nem ia dizer nada sobre o dia em que foi escrito..rsrsrs.

    Beijos!

    ResponderExcluir